4.8.07

A CAMINHO DO ABATEDOURO



Os pugilistas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandi Lara estão entre os melhores do mundo. Campeões mundiais amadores (Rigondeaux, inclusive, é o atual campeão olímpico e tentava o bicampeonato pan-americano), são seguidores da tradição do boxe cubano, cuja profissionalização é proibida pelo governo do país.

Nos últimos anos, muitos representantes do esporte de Cuba vêm aproveitando as viagens ao exterior para pedir asilo político, cansados da pobreza política e da miséria crescente no país. Nos Jogos Pan-Americanos do Rio, alguns atletas e um treinador fizeram isso. Com os referidos pugilistas, não foi diferente. Eles teriam assinado contrato com um grupo alemão. Mas há um problema: foram fugir de Cuba exatamente no Brasil...

Eles foram pegos pela polícia. Num caso mal-explicado, eles teriam demonstrado arrependimento e desejo de voltar ao país. Poucos se convenceram disso, principalmente aqueles que conhecem a truculência ditatorial cubana e o que ela costuma fazer com os seus dissidentes.

Muitos comparam este caso com o de Olga Benario Prestes, deportada para a Alemanha nazista pelo governo de Getúlio Vargas. E é uma comparação pertinente. A gente conhece cada governo nacional pelos amigos que tem: ontem ajudaram a mandar gente às câmaras de gás; hoje, pode estar ajudando a mandar ao paredón.

4 comentários:

PATRICIA M. disse...

Daniel, eh que nos brasileiros, especialmente os brasileiros petralhas como o Suplicy e corja ltda, so gostamos de conceder asilo a bandido. Aquela padre das Farc esta ai, apesar da Colombia querer a extradicao. Aquele terrorista italiano esta ai, apesar da Italia querer a extradicao. Pessoal decente a gente gosta de extraditar, sabe como eh. Como canalhas e bandidos que somos, so gostamos de gente da mesma laia... Vai que a decencia nos contamina!!!!

Frodo Balseiro disse...

Daniel
Interessante é como as "otoridades" foram lépidas em localizar e prender "esses" "turistas".
Nada como prestar um favorzinho, fazer uma gentileza ao ditador morrente cubano!

Daniel F. Silva disse...

Mesmo moribundo, o ditador Fidel Castro continua dando as cartas em Brasília, ainda que indiretamente.

Daniele disse...

Cuba é o retrato do que é ser retrógrado!