4.5.08

RONALDO: O OCASO DO ÍDOLO



O recente escândalo protagonizado pelo jogador Ronaldo mostra o quanto a decadência moral pode abalar a vida de uma pessoa que, não faz tanto tempo assim, tinha praticamente o mundo a seus pés. Nem vem ao caso perguntar se ele sabia ou não que as pessoas por ele abordadas eram travestis. O problema é a falta de amor-próprio para lidar com a fama e a fortuna adquirida com muito esforço, fazendo com que o respeito ganho se escoe pelo ralo.

Não importa se Ronaldo partiu para "relações alternativas" ou algo parecido, de uma hora para outra. A grande questão que Ronaldo enfrenta, e isso é indiscutível, é a enorme falta de disciplina do jogador para lidar com sua grave contusão, que faz com que ele fique fora dos gramados até o final do ano, pelo menos. Contribui para isso a provável sensação de poder absoluto, de que ele tem como caminhar sozinho, abandonando os verdadeiros amigos e antigos aliados, e se metendo em más companhias. Ao invés de se poupar, o Fenômeno enfia o pé na jaca em noitadas que parecem não ter limites, torrando dinheiro adoidado e de forma descontrolada - situação que desembocou no episódio do motel da Barra da Tijuca, na segunda-feira passada.

O que resta a Ronaldo? Além de esperar a poeira baixar - o que é altamente recomendável em casos extremos como este -, o atacante do Milan terá que botar a mão na consciência e admitir os problemas que vive. Acima de tudo, ter toda a força de vontade que ele não está tendo, para que possa dar mais uma volta por cima. Afinal de contas, ele é um ídolo mundial, status que não é nada fácil de conquistar. E vale nesse caso o famoso dito popular: quanto maior a altura, maior é o tombo. Se a queda for feia - e está sendo - ele certamente não terá mais como se recuperar.

3 comentários:

Daniele disse...

bom, ronaldo na verdade nunca foi meu ídolo, então nem me abalei. alguma coisa pra mim não funcionava ali. o cara experimenta o auge e a decadência. não sei. talvez tenha feito por merecer.

bjs

PATRICIA M. disse...

Juro que tem só uma coisa nesse caso todo que EU NAO ENTENDO: como é que tem clube europeu ainda pagando salário a essa "coisa"?

Ele nao joga mais futebol HA SECULOS. Se fosse torcedor de time em que ele esta (nem lembro mais, ainda é o Real Madrid), juro que iria a campo reclamar... O cara eh um inutEl! Vive arrebentado.

APOSENTA AS CHUTEIRAS, MANEZUDO!

rbmatos disse...

parafraseando um certo estadista francês: a 'Veja' não é uma revista séria. e olha que não estou defendendo Ronaldo não...vez que não existe comparação entre ele e Pelé (apesar de Pelé ter tido grandes escândalos em sua vida, mas a mídia de outrora era mais benevolente e menos instantânea que a dos nossos dias)