7.7.07

JOGANDO POR MÚSICA. OU NÃO


Faltando menos de uma semana para o início dos Jogos Pan-Americanos, uma das grandes polêmicas é em relação à canção oficial do evento.

O produtor Liminha e o compositor Arnaldo Antunes (um dos Tribalistas, ou seja, passou perto de ser uma desgraça completa: já pensaram se fosse o Carlinhos Brown? O inesquecível "blim-blom náilon" faz parte da trilha sonora de meus pesadelos até hoje...) criaram Viva Essa Energia!, interpretada por Ana Costa (com participação especial do próprio Antunes, com um rap não lá muito convincente). É uma espécie de samba-enredo que não está fazendo lá muito sucesso no mundo do samba. Segundo muitos sambistas, a música não traduz o espírito do ritmo por não ter sido criada por especialistas.

Então, eles resolveram responder, digamos, à altura. Compuseram outra canção, que conseguiu a proeza de ser ainda pior que a original, que já não é lá essas coisas (se quiser ouvir as duas canções e compará-las, elegendo a menos pior, clique aqui). Eu digo o seguinte: nem parece que um dos compositores é o Noca da Portela. O samba parece uma esquálida imitação do original, com o mesmo esquema do refrãozinho pegajoso repetitivo no final. E ainda tem o agravante de ser ainda mais longo, o que nos faz perder ainda mais tempo.

3 comentários:

Saúvo Carrapatoso disse...

Tá calor aí no Congo, meu filho? Aqui no Irã - digo, na Venezuela - tá fervendo, hehe...

Frodo Balseiro disse...

Acho que o que deixou o pessoal queimado, foi terem posto um paulista!!!!!, da terra que segundo Vinícius de Moraes é o "cemitério do samba", para compor a música do PAN!
Abs

PATRICIA M. disse...

Daniel, tinha que fazer cadastro para ouvir as musiquinhas. Mas nem que a vaca tussa! Ja nao gosto nem de samba muito menos de imitacao de samba... Bleargh.