5.7.07

NOTAS DESENTALADORAS DE GARGANTA

  • A CIA, 43 anos depois, admite que colaborou para derrubar o governo Goulart no golpe militar de 1964. Mais um motivo para eu admirar o poder de visão dos governantes norte-americanos. Afinal de contas, era a época da Guerra Fria, bipolarizando o planeta em capitalismo e comunismo. Não fosse a vizinhança mais ao norte, estaríamos quem sabe até hoje amargando uma ditadura de esquerda com milhares, quiçá milhões de mortos. Como está em Cuba há quase 50 anos. Como vem se desenhando na Venezuela. Ou seja, não havia outra saída naquela época. Não era a melhor, mas era a única.
  • Falando nisso, está em curso a "Guerra Fria do Novo Milênio": o Ocidente laico ou judaico-cristão contra o Oriente islamista. Adivinhem qual o lado certo? Pois é.
  • O presidente argentino Néstor Kirchner nomeou a própria mulher como candidata de seu partido nas eleições presidenciais deste ano. Ele se sentiu pressionado pela derrota de seu candidato na eleição para a prefeitura de Buenos Aires. Cariocas e fluminenses já viram esse filme há cinco anos. E não gostaram nada do final.
  • Hugo Chavez pensa em desistir de filiar a Venezuela ao Mercosul? Essa, se confirmada, será uma ausência que preencherá lacunas.

2 comentários:

PATRICIA M. disse...

Menino, estou torcendo para que o Coronel de Caracas retire mesmo a candidatura da Venezuela. Isso, xô, sai Chapolin, sai... Vai ficar la com Cuba, Ecuador e Nicaragua que ja esta bom demais para voce! Xô!

Blogildo disse...

Acho que Chavez pensa como o Marx (o humorista): Não levo à sério clubes que me aceitam como sócio! Hahahaha!