18.7.07

UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA



Já imaginavam muitos que o fato de o mais movimentado aeroporto do país estar encravado no meio da cidade de São Paulo seria palco de uma tragédia de grandes proporções. Alguns desastres já marcaram o Aeroporto de Congonhas - o mais famoso em 1996. Agora, na noite desta terça-feira, houve esta que pode ser a maior tragédia aérea do país - batendo de longe (se não em número de vítimas, pelo menos em impacto) o acidente com o Boeing da Gol em setembro do ano passado, no Centro-Oeste do país.

Isso mostra como a aviação brasileira padece de uma crise grave e sem precedentes, com a crise dos controladores de vôo. O próprio aeroporto paulistano é um retrato disso. Ele foi o palco de alguns dos mais inacreditáveis acidentes com aviões de que se tem notícia, recentemente. As casas que dali ficam perto dão um certo ar de Hong Kong ao local - claro, sem o mesmo charme (nem a aparente segurança) da antiga possessão britânica na China.

E o mais surpreendente é que o acidente desta noite poderia ter sido ainda pior: há relatos de que o jato da TAM não tenha pego nenhum carro ao atravessar uma rodovia em pleno horário de forte movimento. Depois disso, acabou por atingir um prédio que pertence à própria empresa. Triste ironia do destino.

2 comentários:

PATRICIA M. disse...

Sempre morri de medo daquela porcaria de Congonhas. A Infraero fez as obrinhas de perfumaria, ne, para causar espanto no publico frequentador do aeroporto, como melhoria do terminal. Mas obra mesmo, que eh bom, NADA.

PATRICIA M. disse...

O governo esta cada vez mais enrolado nessa estoria... Viu o videozinho do Marco Aurelio Garcia fazendo o sinalzinho de "tao fodidos"? Eh de morrer de odio, deles, dos petralhas imundos.