17.4.08

CORVOS CRIADOS, OLHOS ARRANCADOS


Quando terras pertencentes à Vale foram invadidas por sem-terra, na semana passada, o presidente da empresa, Roger Agnelli, protestou dizendo não saber por que tais indivíduos não procuravam a Caixa Econômica Federal se queriam tanto a reforma agrária. Mesmo concordando com a indagação, duvidava muito dessa possibilidade, pois a Caixa era uma estatal - e o MST conta com o apoio (e também o incentivo) do governo federal.

Não é que os sem-terra gostaram da idéia? Nesta terça-feira, a sede do banco estatal e várias de suas agências espalhadas pelo país foram invadidas por integrantes do MST. Segundo o movimento, é uma reivindicação por um novo crédito para assentados da reforma agrária. Segundo este que vos escreve, é a mais pura demonstração de que, quando determinada parcela da população é mimada, ela vai querer sempre mais e mais. Com quem nunca esteve acostumado a um regime democrático, a situação é ainda pior.

Que o governo Lula esteja preparado, pois poderá ter que fazer mais um de seus famosos jogos de cintura pra tentar agradar a todos os seus aliados, mais uma vez. A invasão à Caixa pode ter sido apenas um aviso. Se bobear, ela poderá um dia desembocar no Palácio do Planalto... Assim, seria a consagração do famoso ditado que diz: "Crie corvos e terá os seus olhos arrancados".

Um comentário:

Daniele disse...

não seria nada mal uma invasão ao palácio do planalto! uma de verdade, que durasse meses! Quero uma crise! rsrsrs

bjs