27.11.07

ENQUANTO ISSO, NA BOLÍVIA...

O filhote chavista que preside a Bolívia imita o criador e desperta os instintos mais primitivos dos departamentos (correspondentes aos nossos estados) mais ricos do país, que querem maior autonomia para administrar os recursos naturais que produzem. A nova Constituição que o presidente Evo Morales aprovou em La Paz causou protestos principalmente na cidade de Sucre, onde a Carta foi aprovada pela Assembléia Constituinte boliviana, boicotada pela oposição.

A acusação de golpismo, que certamente será perpetrada pelos governistas (parece até um determinado grupo que os brasileiros conhecemos muito bem), é na verdade uma cortina de fumaça para encobrir a tentativa de perpetuação da situação na Bolívia. Ressalte-se uma coisa: os estudantes bolivianos, assim como os venezuelanos, dão exemplo para a UNE no Brasil. E o presidente Lula, mais uma vez, irá dizer que a democracia não está ameaçada na América do Sul...

2 comentários:

Frodo Balseiro disse...

Acho que esta chegando a hora de nossos amigos bolivarianos, Evo e Hugo!
Estão perdendo o contrôle, ainda bem!

Daniele disse...

O projeto latino americano é deprimente! DEPRIMENTE!